segunda-feira, 15 de março de 2010

A solidão amiga

(foto: Yvette Moura)

As grandes comunhões não acontecem em meio aos risos das festas. Elas acontecem, paradoxalmente, na ausência do outro. Quem ama sabe disso. É precisamente na ausência que a proximidade é maior.


Ruben Alves.

2 comentários:

Mauro Vítor S. Fonseca disse...

Na maioria das vezes só notamos o quanto o outro é importante quando estamos distantes ou quando não temos mais o outro.

"Eu Gostava tanto de você...
...Vou morrer de saudades,
não, não vá embora, vou morrer de saudades..."

Nada melhor do que valorizarmos o próximo quando o próximo ainda está próximo.

Parabéns pelo trabalho e pela pessoa que é!

Abraços,

Vitinho

Maria Moura. disse...

Vitinho,
que surpresa boa encontrá-lo aqui!
volte sempre, viu?
um dos grandes divulgadores deste espaço, vc tem cadeira cativa aqui.
rsss...
.
.
.
bjo.
MM.