domingo, 20 de fevereiro de 2011

Livro da vida

(foto: Yvette Moura)

Aprendi a escrever minhas feridas na areia...
Descobri que, assim, o vento amigo leva-as, some com elas.
Gravo, sim, em pedra, as minhas venturas, gratidões, os sucessos e as bençãos divinas.


Eliane Rosa e Silva*

* Eliane é uma mulher encantadora e uma menina encantada . Artista plástica por formação, na prática
é terapeuta de almas e pensadora das madrugadas.

2 comentários:

Eliane Rosa e Silva disse...

Yvetíssima amiga,
sinto-me tão grata diante tamanha generosidade incluindo-me no seu blog ... suas "palavras de Maria" conseguiram rubrar minha face. Bjoos nesse "coração poeta" possuidor de alma moralmente bela! Te amo irmã!!! Eliane.

Maria Moura. disse...

o que é bonito precisa ser mostrado, minha linda. para que sirva de refrigério às almas alquebradas...
por isso, criei a série "D'outros", na qual posso postar outras palavras, outros pensamentos, que se coadunem com o meu jeito de olhar a vida, o mundo e o outro.
partindo desse princípio, podes te considerar sempre bem vinda ao Palavra.
.
.
.
bjos.
MM.