sábado, 22 de dezembro de 2007

Então é Natal...

É como um recolhimento esse breve instante em que paro o que estou fazendo para escrever algumas palavras sobre esta época do ano. É preciso buscar no ambiente interno, nas profundezas da alma, no que há de mais sagrado e que não está à mostra.

Porque falar sobre o Natal prescinde um encontro, uma descoberta mínima da verdade; uma predisposição de olhar o próximo com certa ternura; um desejo sincero de fazer o Bem; a descoberta, ainda que embrionária, do amor verdadeiro - este que só descobrimos quando olhamos o próximo como a um irmão, e ao irmão como o próximo mais próximo. Caso contrário, continuaremos achando que o Natal é a festa do Papai Noel, dos amigos secretos, da troca de presentes, do pernil de porco, do peru à ceia...

Continuaremos desejando um ano novo para o “homem velho” que insistimos em ser...

Continuaremos esquecendo o real motivo desta grande data, que tem o poder de transformar a vibração de todo o planeta, de fazer com que muitos se recolham às funduras de si mesmos, em profundas reflexões, e saiam de lá renovados, mais fortalecidos, mais serenos, trazendo para fora o verdadeiro espírito natalino, a verdadeira homenagem ao Mestre Jesus – o dono da festa –, o presente que verdadeiramente lhe é agradável ao coração: o exercício do amor ao próximo, através da prática do Bem.

2 comentários:

maurofabiani disse...

Querida Maria,principalmente o 2º parágrafo do seu "Então é Natal" me motivou a enviar isto p/ vc! Beijossonoros

PAI
PAZ PELA PAZ
EM NOME DO PAPAI DO CÉU
E DA MÃE NATUREZA

PELA GRAÇA DA LUZ DIVINA
CRIATURA DO AMOR EU SOU
ASSIM COMO ÉS TAMBÉM,
TAL COMO ÉS,
TAL COMO SOU
VOU TÃO BEM !
PROCURO O EQUILÍBRIO NA PAZ
ATÉ NO ESCURO ESTOU BEM
NA CLARIDADE DO BEM,
NA CARIDADE DO BEM
VEM COMIGO !
AO VENTRE DA TERRA MÃE
PELO UMBIGO DA TERRA,
A UM SOM AMIGO
SOU,
SOIS,
SOMOS,
SAIS,
O SAL DA TERRA,
NATURAIS DO MESMO PAI,
FILHOS DA MAMÃE TERRA,
A PAZ É O CAMINHO,
A PAZ É UM CARINHO
À MÃE TERRA

Mauro Fabiani
Publicado no Recanto das Letras em 23/10/2007
Código do texto: T705778

Maria Moura. disse...

maravilha, Mauro.
lindo poema,
que revela o teu encontro
com o Amor Maior.
agora faz a tua parte:
cultiva-o.
Feliz Natal!
Paz e Bem!
MM.