quinta-feira, 2 de abril de 2009

Há momentos na vida em que apenas me sento e espero passar o circo, observo correrem as águas do rio, assisto caírem as torrentes...


Mas como nenhum ato está imune às represálias da ignorância, às vezes sinto o respingar da lama à medida que o circo passa; também me surpreendo com a urgência da vida escorrendo rio abaixo; sempre tremo ante a força destruidora das torrentes limpando todos os miasmas...


Ainda assim, nada me tira a confiança na Força Maior que tudo sabe, tudo organiza, tudo acalma, nem me rouba a certeza de que aquele que abate sempre abre portas para a reconstrução.


@para Serra, Élen, Fábio e Guga, lembrando que "isso" também vai passar...


3 comentários:

Mariana disse...

Yvette (e também Sandra, Elen, Fábio e Guga),

Uma das grandes qualidades do ser humano é a de crescer em meio à adversidade. E, como você disse, Yvette, nas voltas que o mundo dá, sempre há espaço para reconstrução. Às vezes questionamos um fato hoje, mas entendemos o propósito amanhã. De qualquer forma, fica o carinho e a torcida dos amigos que cultivamos em nossa caminhada. Falo por um certo tricolor também. ;)

Elen disse...

Olá, Yvette, querida,
Hoje de manhã fiz contatos muito legais - um deles bem promissor. Acho que a maré está virando em nosso favor. Em breve nos falaremos, certamente com melhores perspectivas.
Beijos também para Sandra, Fábio e Guga, que, em breve, acredito, também terão novidades a comemorar.

Anônimo disse...

Pois é "Cat"...´Compartilho essa confiança e, certamente por isso, tenho a serenidade que muitas pessoas às vezes estranham. A vivência e o ter passado por muitas coisas - tantas boas, tantas não tão assim -me deram essa serenidade. Posso, eventualmente, me surpreender, mas, em geral, as coisas terminam acontecendo como previ. Desta vez, não foi diferente. E a vida segue. Vi o recado da Elen e fico feliz pelos contatos, em especial pelo mais promissor. Mas eu já havia dito a ela que isso certamente aconteceria, e mais cedo do que ela poderia esperar. Torço para que dê certo e penso no mesmo para o Fábio, o Guga, as meninas do site. Quanto a você, se tem algo que não me surpreende é a sua solidariedade. Já a sabedoria das duas palavras... Eu fico pensando: como pode ser "Cat" e ser tão esperta?! (risos). bjks. Serra